sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Feridas




As feridas continuam abertas por todo o lado , não há nada a fazer , a não ser ...
ignorá-las apenas.
Continuaram intactas quanto o tempo quiser , as folhas ainda cairam primeiro e elas continuaram ali, presas ás coisas , presas á mente das pessoas, presas a uma veia condutora, presas a um passado/presente. Até ao dia em que a revolução as queimar. Até ao dia em que as pessoas deixarem de chorar.


fotografias tiradas no dia 18 de Agosto de 2010

2 comentários:

  1. Tens toda a razão, é mesmo verdade.
    As feridas ainda cá estão :x

    ResponderEliminar
  2. Até ao dia em que as pessoas deixarem de chorar...

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue

Seguidores

Visitas